"O que é amar para você? Alguns pensaram no sorriso de alguém.
Outros lembraram de um amor passado.
Os poetas tentaram descrever em palavras.
E um você especial, que não está lendo mais o texto, está correndo atrás de seu amor, irá falar tudo o que sente. E depois acordará, e se sentirá mais vivo de que nunca. Preciso de amores assim, que limpem e renasçam a alma. Que façam o mundo ter cor, razão para o acordar. Amor avassalador, verdadeiro, recíproco, eterno."
Kimberley Cunha
2 notes | Reblog
"Ás vezes, eu me pego pesando sozinha. Pensando na vida. Pensando em meus sonhos de infância. Na decepção pelo o que o ator mais bonito da novela não me via através da tela. Ou menos sabia da minha existência. Se as decepções que tenho hoje, fossem tão ‘graves’ o quanto essa, estaria muito mais feliz e de bem com a vida. Pensar no amor é coisa de gente louca. Pensar em amar então… No porque, e no para quê. Fode com o psicológico. Acaba com qualquer um. Nos casos e acasos da vida, a gente encontra alguém. E esse alguém se torna tudo pra você. Seja por um sorriso, um olhar, um jeito de ser diferente. Engraçado. A gente se apaixona por cada coisa. Conheço gente apaixonado por dedos, por pés, por cabelos cacheados, por pernas em shorts jeans. E para nós, torna-se o mundo. Tentar descrever amor faz de nós idiota. Coisa de quem não tem o que fazer mesmo. Povo besta. E falar de quem se ama? Coisa de gente fodida. Pode crer. Amar, vixe… Amar é para os fortes. Exatamente. Fortes. Quem danado inventou esse negócio de que amar é coisa de gente fraca? Por muito tempo, pensei assim. Porém amor é um dos sentimentos mais importantes e essenciais na vida. O amor carnal, fraternal, e o amor de si para consigo mesmo. Encarar o fato, de que talvez não seja correspondido, e ainda sim entrar é coisa de gente fraca? Já não sei o que é ser forte, desde então. Os amantes encaram relações como um degrau qualquer, quando na verdade é um precipício sem fim. E eles sabem. E como sabem… A cada caso amoroso, tenho me surpreendido mais e mais. Não só meu, como o de outras pessoas ao meu redor. Elas sempre deixam um pouco de si conosco. Não importa o que tenha ocasionado o fim. Me faz perceber que o amor, a paixão que os envolveu sempre será mais forte. E como muitos dizem, não acaba. Você, por exemplo, deixou saudade. E o lado bom, descobri agora, não é, não foi, nem nunca será ‘simples paixão’."
Kimberley Cunha
0 notes | Reblog
Acho que vou desativar esse tumblr, e ficar só com o dentrodaminhachuva e o jesuisvotre. Afagos.
0 notes | Reblog
"É uma sensação de morte interna. Uma sensação de nada por dentro. Algo que não dá para explicar. Só falta e dói. Incomoda, faz um mal danado. Mas depois passa. E volta e meia, a ferida se abre. E alguém ainda vai e aperta. Não há dor maior. Vontade de sumir, tirar o sentimento para fora e nunca mais sentir nada. E assim eu vou continuando, sofrendo… Corroendo-me aos poucos. Até o dia em que eu consiga a recuperação plena e comece a entender oque é ser feliz por completo. O que eu não suporto fazer é esperar sentada. Comodismo me irrita. Estar parada não é comigo. Eu preciso agir, preciso me encontrar. Nem que para isso, tenha de ter algumas gotas de sangue por onde eu passe…"
Sabe o quanto dói sobreviver? Kimberley C.
15 notes | Reblog
"Eu tenho saudade de você. Mas eu tenho principalmente saudade de nós dois. Eu pego meu celular todos os dias e o encaro, eu deveria me bater só de pensar em correr atrás de você. Não é orgulho. Eu sinto que não é. E quando passa, uma pequena possibilidade de ser, eu penso em quem foi embora, em quem decidiu dizer: “acabou” - e esse alguém foi você - é por isso que tenho medo de te ligar. Eu quero me desculpar. Mas não por ter deixado “nos esquecer” e sim, ter deixado você ir. Então tento por em minha mente o fato de que nós somos diferentes demais. Incompatíveis demais para estarmos juntos. E me sinto um pouco mais leve. Mas tem um bolo enorme aqui dentro de mim, o meu coração grita todas as noites. Meus olhos deixam lágrimas escorrerem e eu juro para mim todas as noites que nunca mais irei chorar por ti. Que nunca mais vou lembrar-me de ti. E vez ou outra, uma música, um modo de falar, uma pessoa parecida, um toque… Lembra-me o seu. E em questão de segundos escorrem lágrimas pelo meu rosto. Por isso que não vou ao teu encontro. Foram poucas vezes que conseguistes tirar um sorriso de meu rosto. Foram poucas vezes que não me decepcionastes. Sempre sendo rígido demais comigo. Isso me partia aos poucos por dentro. Mas eu continuava com você, eu continuava acreditando que um dia poderíamos ficar juntos e que um dia você iria dizer: “Mudei por ti, amada. Mudei porque te amo, e nunca amei outra igual.” Costumo me iludir muito. Costumo criar esperanças demais. Esse é meu maior erro. - Mas oras, desde quando ter esperança é um erro? - É um dom. O verdadeiro erro dessa história é você. Sempre vai ser você. E porque Diabos me despertas saudades? Por que Diabos você não saiu de meus pensamentos como quis sair de minha vida? Por que não me ensinastes á te esquecer?… Eu preciso. Por que não consigo te apagar de minha história assim como você fez? Como pôde ser tão fácil para você?… Até longe você me machuca, sabia? - Ela sorriu - Engraçado. Estou indiretamente me declarando para você. E você nem “tchum” para mim. É evidente que o erro da história sou eu e minhas esperanças, expectativas… Opa! Aí está o erro. Eu tento dar nomes ao que realmente é tolice. Preciso seguir em frente, com ou sem você. E é isso que vou fazer, sabe? Procurar me completar e me transbordar. Passear com o amor próprio. E quando você me procurar, porque eu sei que faço falta, vou dar oque você sempre mereceu: MEU FODA-SE EM CAPS LOCK."
Kimberley C. Vá se foder!
2 notes | Reblog
"Escrever para mim é um dom, uma arte. Não é qualquer pessoa que com um papel e caneta consegue tirar algo produtivo, algo tocante, mágico. Escritores são dramáticos, intensos, tristes, românticos, maravilhosos. Eu não seria capaz de descrever tamanha grandeza que é a arte da escrita. Apenas, queridos escritores, queridos mágicos, mergulhem em si, em seus pensamentos. Façam leitores viajarem sem ao mesmo porem os pés no chão. Voar, sim. Voar de forma fictícia, esbanjar mágica sem varinha. Imaginar. Construir imagens a partir de meras informações, muitas vezes incompletas. As lacunas, as entrelinhas de cada texto são a magia. O espaço para a imaginação. A melancolia te fará chorar, mas te fará entender o verdadeiro sentido das coisas. Tudo instantaneamente ganha cor. É através do papel e da caneta que é possível expressar os sentimentos mais intensos, complicados, talvez até indescritíveis. Escrevo tudo que me faz afogar, em um mergulho sem volta nos sentimentos mais profundos. Aquilo que não sai da cabeça, que faz um nó se formar na garganta. É o que te faz se agarrar nas lembranças, é o que te faz sentar na beira do precipício e sorrir, é o que te faz pular sem medo, é o que aperta o coração e alivia a alma. É o que te faz entender que nenhuma dor é eterna."
Feliz dia do escritor. Kimberley C. feat Gabriela Queiroz
24 notes | Reblog
"Viva ao acaso! Viva ao eu e você que virou nós. Ao “prazer em te conhecer” que virou eu te amo. Aos encontros. Aos desencontros. Ao “e se”. A vida tem dessas coisas. O que em um momento pode parecer a melhor pessoa que você já conheceu na vida, pode se tornar o pior pesadelo da sua vida. Admiro muito “a pessoa certa, no momento certo”. Mas as coisas mudam com o tempo. O que era tudo, hoje não é nada. E oque não era nada, hoje é tudo. Sabe, é o ciclo da vida. Altos. Baixos. Empurra pra lá, pra cá. Apenas oque realmente vale á pena permanece."
Kimberley C.
18 notes | Reblog
"Nesta vida, não importa se tudo corre bem ou mal. O que importa é como vivemos. E nesse como, está o amor que por si só, dá valor á tudo. Que no decorrer do dia-a-dia, renasça novas esperanças e que as ilusões se tornem nítidas abrindo caminhos para uma luta gloriosa e merecida."
Carta á um antigo amor. (via luasdeverao)
36 notes | Reblog
"Acho engraçado esse sentimento chamado “saudade” segundo o dicionário, nostalgia. Para mim é a simples falta de alguém ou algo… Abstinência até. Um beijo, um abraço, um toque, um momento, aquela mesinha de cabeceira que joguei fora á algum tempo… Daquele cheiro ou da comida de voinha. Algumas dessas coisas definitivamente não podem voltar mais. Algumas. Pessoas voltam, aí é que entra o motivo de tal graça. Se eram tão importantes um para o outro, por que foram embora? Por que só restou saudade? Por que se afastaram? Por que não mantém contato? E por favor, não apelide de saudade essa coisa fútil de não se falar a dois, três dias. Saudade é algo forte. E amor platônico também não entra! “Ah, eu tenho sentimentos, sua fria.” Não é frieza. Caia na realidade. O principezinho tem a vida dele. A princesinha tem o salão de beleza. A vida não é um mar de rosas vermelhas onde vocês podem se amar eternamente. O mundo não é assim! Acorda! E voltando a saudade… Acho que, só quem sente sabe."
Kimberley C.
34 notes | Reblog
theme